Serasa Experian anuncia novas lives no Instagram para orientar os empreendedores.


Para ajudar na saúde financeira dos negócios, programação de maio aborda temas importantes, como inovação, criatividade e prevenção contra fraudes em negociações

Neste momento de instabilidade, a arte de se reinventar, a criatividade e a tecnologia têm sido fundamentais para apoiar a saúde financeira dos negócios. Para ajudar micro, pequenos e médios empresários a continuarem oferecendo seus serviços mesmo no período de isolamento social, desde o mês passado, a Serasa Experian tem promovido uma série de lives com dicas e exemplos de boas práticas na gestão das empresas.

Os bate-papos acontecem todas as quintas-feiras, às 18h, no Instagram da Serasa Experian (@serasa_experian) com especialistas da companhia e presença de convidados especiais.

As temáticas das lives são variadas e, neste mês, elas vão abordar dicas sobre como adotar práticas e ferramentas de inovação no negócio, estratégias para encantar os clientes e recomendações de segurança e negociação para a prevenção contra fraudadores.

De acordo com a diretora de Pequenas e Médias Empresas da Serasa Experian, Fernanda Monnerat, o intuito das lives é levar orientação e exemplos funcionais para que os empreendedores possam adotá-los no seu dia a dia.

“Ainda que o atual momento seja de adversidade, é importante que os empreendedores procurem uma maneira de manter o seu negócio funcionando, com adaptações nas rotinas e otimização de recursos.”

“Para isso, o auxílio da tecnologia e o uso da criatividade são fatores fundamentais para amenizar a queda na receita, encontrar oportunidades e também preparar a empresa para o momento de retomada, quando toda essa situação passar”, afirma Monnerat.

Além das lives, a Serasa Experian ajuda os pequenos e médios empreendedores com uma série de materiais gratuitos voltados para o cuidado da saúde financeira dos negócios. Algumas atitudes são simples e podem trazer resultados relevantes em pouco tempo.

– Neste momento de instabilidade, é preciso pensar fora da caixa e criar oportunidades. A queda na receita pode ser amenizada com a adequação à demanda, com promoções e redução dos estoques, principalmente, no caso de produtos perecíveis;

– Pense em como integrar as entregas no seu negócio, seja via redes sociais ou aplicativos de delivery. Busque também informações na internet sobre plataformas de marketplace, que reúnem pequenos e médios lojistas de setores variados e avalie como opção para novas vendas.

Todas essas ferramentas auxiliam na ampliação da carteira de clientes, com atenção especial para a prospecção de mercados que a empresa não operava antes. Também fique de olho e pesquise se as medidas anunciadas pelas autoridades, instituições financeiras, entre outras, podem ajudar a companhia neste momento.

Procure se informar sobre linhas de crédito especiais, extensão de prazos para pagamentos e até isenção de impostos – estes recursos darão um fôlego ao capital de giro até que a situação se normalize.

Deixe uma resposta