Mercado de cartões mostrou recuperação em 2020, aponta BC


Quantidade de cartões de crédito ativos avançou 12%; de débito, 26%; e de pré-pagos, 90% em relação ao ano anterior

O mercado de cartões conseguiu apresentar resultados positivos no consolidado de 2020. Mesmo com um segundo trimestre afetado pelas medidas restritivas em virtude da pandemia, a quantidade de cartões de crédito ativos atingiu um total de 134 milhões, os de débito de 167 milhões, e de cartões pré-pagos alcançou 23,7 milhões, representando aumentos de 12%, 26%, e 90% respectivamente, em relação ao ano anterior.

Os resultados constam na pesquisa Estatísticas de Pagamentos de Varejo e de Cartões no Brasil, divulgada ontem pelo Banco Central (BC).

De acordo com o levantamento, no ano passado, o valor das transações domésticas aumentou 6% no cartão de crédito, 21% no débito, e 81% para o pré-pago, sendo esse último justificado pela entrada de novos participantes nesse segmento.

Houve ainda redução nas taxas praticadas para aceitação dos instrumentos no comércio. Para o cartão de crédito passou de 2,30% na média no quarto trimestre de 2019, para 2,12% nos últimos três meses de 2020, enquanto a tarifa de intercâmbio média caiu de 1,65% para 1,61%, no mesmo período comparativo. Para o cartão de débito, a taxa de desconto média diminuiu de 1,21% para 1,14%, enquanto a tarifa de intercâmbio média manteve-se estável no período (de 0,55% para 0,56%).

No último trimestre de 2020, o BC divulgou que a relação média tarifa de intercâmbio/taxa de desconto ficou em 76,43% para o cartão de crédito e 49,55% para o cartão de débito, registrando aumento de 4 pontos percentuais e 3 pontos percentuais, nesta ordem, em relação aos últimos trimestre de 2019.

As transações por mobile banking, que já estavam em alta, foram impulsionadas pela maior digitalização provocada pela pandemia e tiveram aumento de 35% em relação ao ano anterior. No entanto, observou-se queda em 7% nas transações por internet banking. O número de ATMs em operação, por sua vez, reduziu em cerca de 4%, encerrando 2020 com 164.105 terminais.

Fonte: Blog Televendas & Cobrança