Elo e Banco PAN anunciam parceria para emissão de cartões


A iniciativa contemplará um portfólio de cartões múltiplos, aceitos em todo o Brasil e em mais de 200 países, além de benefícios exclusivos Elo

A Elo anuncia o Banco PAN como seu novo parceiro para emissão de cartões. Ao fortalecer o portfólio com a entrada do banco, a Elo busca fomentar o crescimento de pagamentos eletrônicos e ampliar as opções de gestão de contas e transações digitais, além de levar benefícios exclusivos e personalizáveis para clientes do Banco PAN.

A partir do próximo ano, o PAN passará a emitir cartões múltiplos, com a possibilidade de pagamento tanto no crédito quanto no débito, além de permitir que os clientes consultem a fatura do cartão no app do banco para controle total da conta digital. O app do Banco PAN é um dos preferidos dos brasileiros, e no mês de julho ficou entre os mais baixados em todo o País, segundo levantamento do Bank of America, que reúne dados das lojas de aplicativos App Store e Google Play Store.

A parceria dará aos clientes acesso a vantagens exclusivas da Elo como promoções que valem prêmios e muitas ofertas em ampla rede de parceiros. Os cartões serão aceitos em todo o Brasil e em mais de 200 países, e os clientes ainda podem pagar via QR code em mais de 8 milhões de estabelecimentos credenciados pela Elo no País. Além disso, ainda terão acesso à plataforma Elo Flex, que oferece mais de 30 benefícios gratuitos à escolha dos clientes.

“A parceria reforça o portfólio de emissores ao incluir um dos maiores bancos digitais do País, e está alinhado a um dos nossos pilares de marca que busca democratizar os pagamentos digitais para os brasileiros”, analisa Giancarlo Greco, CEO da Elo.

Para Pedro Poli Romero, superintendente executivo do Banco Digital do PAN, essa é uma oportunidade de oferecer benefícios cada vez mais direcionados e acessíveis à população. “A Elo é uma empresa com vasta experiência nesse mercado e unir forças para desenvolver produtos que atendam o público do PAN, com vantagens exclusivas para as duas empresas, é uma forma de democratizar o acesso a serviços de qualidade. Além disso, teremos um ganho relevante de eficiência a longo prazo”, comenta Romero.