Caixa libera microcrédito para pessoa física e MEI até para negativados


A Caixa Econômica Federal começará a emprestar dinheiro a quem está com crédito negativo. O governo federal lançou uma medida provisória que libera duas novas linhas de microcrédito: uma para pessoas físicas, que paga até R$ 1.000, e outra para microempreendedores individuais (MEI), de até R$ 3.000.

O nome da iniciativa é SIM Digital, ou programa de Simplificação do Microcrédito Digital para Empreendedores. Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, é a primeira vez que a Caixa empresta para negativados, com um benefício que pode chegar a 30 milhões de pessoas físicas e jurídicas pratiquem atividade com renda ou receita bruta anual de até R$ 360 mil.

O crédito de até R$ 1.000 para pessoas físicas poderá ser pago em até 24 meses, com juros de 1,95% mensais, pelo app Caixa Tem. Já o de R$ 3.000 para MEIs terá o mesmo prazo, mas com juros de 1,99% por mês. Este crédito será liberado primeiro pelas agências, mas dentro de dois meses deverá sair também pelo Caixa Tem. A ideia é que o dinheiro seja usado para aumentar o capital de giro, aquisição de insumos e investimentos em equipamentos e itens que estimulem a produção.

O SIM Digital deve beneficiar cerca de 4,5 milhões de empreendedores nos primeiros meses e é direcionada a empreendedores populares sem histórico de apoio a crédito no sistema financeiro, ou com nome sujo no Serasa e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). O dinheiro será disponibilizado pela Caixa aos interessados a partir da próxima segunda-feira, 28 de março.

Segundo o governo, a medida não tem impacto fiscal e contempla R$ 3 bilhões em recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para aquisição de cotas do Fundo Garantidor de Microfinanças (FGM), que irá reduzir os riscos das operações.

Fonte: Canaltech