BC eleva projeção de crescimento do estoque de crédito em 2020 para 7,6%


O Banco Central previu um crescimento do crédito no país de 7,6% este ano, ante projeção de 4,8% feita em março, aumento puxado pelos financiamentos às empresas em meio à pandemia de coronavírus, conforme dados do Relatório Trimestral de Inflação divulgado nesta quinta-feira. Agora, a expectativa é que o crédito às famílias suba 5,8% em 2020, contra expectativa anterior de 7,8%. Para as empresas, a alta foi calculada em 10%, ante 0,6% no último relatório.

“De forma geral, essa revisão incorpora os efeitos do aumento acentuado na demanda das empresas por crédito, refletindo o comportamento precaucional ante o aumento das adversidades impostas pela pandemia da Covid-19 e a necessidade de caixa da grande maioria das empresas decorrente da queda nas vendas”, justificou o BC. Para o estoque de crédito livre, em que as taxas são pactuadas livremente entre bancos e tomadores, o BC projeta agora uma expansão de 10,6% (+8,2% antes). Para o crédito direcionado, que atende a parâmetros estabelecidos pelo governo, a perspectiva é de alta de 3,5% (0% antes).