Startup brasileira Yellow recebe US$ 63 milhões em rodada de investimentos


A startup brasileira Yellow, dos mesmos fundadores da 99 e que oferece serviço de compartilhamento de bicicletas e scooters, acaba de fechar uma rodada de investimentos Série A de US$ 63 milhões, fornecidos pela GGV Capital. A empresa, sediada no Vale do Silício, controla diversas outras companhias de mobilidade, como a Grab, Hellobike e Didi Chuxing.

O aporte é o maior financiamento Série A para uma startup da América Latina já realizado e a primeira entrada da GGV no ecossistema tecnológico da região.

“Acreditamos que exista uma nova economia emergindo na América Latina. Muitas pessoas são mais cautelosas, mas o que temos visto em nossas experiências na China, quando a entrada da internet começou a acontecer, é que uma nova economia começou a emergir de maneira mais eficiente”, conta Hans Tung, sócio-gerente da GGV.

As bicicletas e scooters da Yellow estão disponíveis somente em São Paulo, mas, com o investimento, a expansão deve acontecer para o México, Colômbia, Chile e Argentina, incluindo ainda e-bikes e a construção de uma fábrica de scooters.

Eduardo Musa, CEO da Yellow, conta que a startup não pretende depender de fabricantes chinesas para importar as scooters, optando por fornecedores locais por eles serem mais em conta.

Deixe uma resposta