Mercado é favorável ao crescimento de cooperativas de crédito


Mesmo com a retração da economia brasileira, as instituições financeiras cooperativas vivem um bom momento. Depois de o setor registrar um crescimento de 16,2% no volume de depósitos, 11% na carteira de crédito, 16,7% em relação ao patrimônio líquido e 18,4% no volume de ativos líquidos em 2015, algumas empresas estão apostando em novos investimentos.

A Unicred Mineira, por exemplo, acaba de inaugurar uma nova unidade no Vila da Serra, Nova Lima-MG e já mostra um aumento de 13% nos níveis de empréstimos, em relação ao mercado, no primeiro trimestre desse ano. O presidente da cooperativa, Dr. Luiz Mauro Coelho Nascimento, conta como o momento de recessão vivido pelo país acaba sendo ainda mais favorável para esse tipo de organização. “Sempre em épocas de crises e instabilidades financeiras, as pessoas ficam receosas quanto ao mercado financeiro e recorrem às cooperativas. É quase que um retorno a um lugar seguro”, conta.

As expectativas para 2016 são as melhores possíveis. “Pretendemos abrir outra agência em Contagem, no segundo semestre e esperamos um crescimento entre 10% e 12% em todos os parâmetros”, destaca Nascimento.

Atualmente, a Unicred conta com 279 unidades de negócios e mais de 211 mil cooperados pelo país e credita o bom desempenho da instituição não só às vantagens oferecidas por esse tipo de instituição financeira (como juros menores, serviços mais baratos e a divisão de sobras ao final de cada ano), mas também ao relacionamento mais próximo com o cooperado, que também passa a ser um dos donos. “Como médico, vou estar muito mais apto a entender as dificuldades e necessidades do meu colega, também médico, do que um gerente de banco, por exemplo”, observa o presidente .

“As condições que uma cooperativa de crédito oferece são muito mais interessantes do que as de empresas tradicionais. Esse é o motivo para seguirmos confiantes mesmo diante de uma crise como a que o Brasil vive”, finaliza Nascimento.

Deixe uma resposta