Mais de 750 pessoas no 8º Fórum de Inovação do IGEOC


Um dia para conhecer e discutir as práticas inovadoras do mercado de crédito que são sucesso no Brasil e no mundo

No último dia 8 de maio, mais de 750 pessoas lotaram o centro de convenções Rebouças – SP. Entre as 9h e 18h, painelistas, palestrantes e público puderam conhecer e discutir práticas inovadoras do mercado de crédito no Brasil e no mundo. Também puderam conhecer a equipe campeã do 1º Hackaton Igeoc, e, finalizando o dia, os participantes assistiram à palestra Neurobusiness: usando o cérebro para alavancar negócios, com Martha Gabriel.

Na abertura das plenárias, José Davi Furlan levantou o tema “Vivendo Tempos Exponenciais”. Davi, cofundador do ecossistema Business Transformation, consultor executivo, estrategista, palestrante e autor/coautor de dez livros, levantou questões importantes sobre como se manter relevante em meio às empresas exponenciais e lembrou que bons líderes criam tendências e não simplesmente as seguem.

Em seguida, foi apresentada a Plataforma Digital do IGEOC para negociação e pagamento de dívidas, o Dr. Débito. Jefferson Frauches Viana, entre outras coisas, conceituou e discutiu o futuro dessa plataforma criada pelas principais empresas de recuperação de crédito do país para auxiliar milhões de brasileiros com dívidas a regularizarem a situação, sem nenhuma burocracia e sem nenhum custo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Já no debate “Tendências da Inteligência Artificial e sua aplicação ao business financeiro”, David Dias, diretor de Tecnologia da Accenture; Henrique Albuquerque, gestor da equipe Bradesco de Inteligência Artificial; e Roberto Celestino, especialista em Watson na IBM Brasil, discutiram sobre algumas das melhores experiências em AI no Brasil e no mundo e tranquilizaram o público sobre a substituição do trabalho humano pelo da máquina, afirmando que novos modelos e postos de trabalho serão criados para auxiliar o crescimento da AI.

Com o tema “Futurismo: Tendências e previsões para o mercado de trabalho: novos formatos, novos modelos que desafiam as relações de emprego”, Jaqueline Weigel exaltou a inovação, mas alertou sobre os efeitos nocivos para as empresas que assumirem uma atitude desumanizada.

Antonio Zubieta, sócio Fundador da Coblue, trouxe o painel “OKR: Modelo Ágil em Gestão de Performance, a metodologia que ajuda atingir resultados exponenciais”. Já Tomás Duarte, CEO fundador da Tracksale.Co, considerado um dos maiores especialistas em Net Promoter Score e Customer Experience Metrics no Brasil e América Latina mediou o painel com tema “Atendimento digital: o X da questão para o customer experience” que foi debatido com os convidados  Rodrigo Tavares, Head de Experiência e Relacionamento da 99; e Gustavo Oliveira, diretor de Design e Inovação da Visa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Hackaton foi uma experiência à parte. A equipe campeã da maratona foi escolhida pela maioria do público do Fórum que votou em tempo real. As equipes precisavam criar e apresentar a melhor solução para melhorar a experiência do consumidor nos processos de negociação e quitação de débitos, tarefa que foi inicialmente realizada nos dias 5 e 6 de maio, com cerca de 90 profissionais das empresas associadas, especialistas em áreas diversas, durante 30 horas.

Encerrando o fórum, Martha Gabriel instigou o público a conhecer os mistérios do cérebro e elencou dicas para melhor utilizá-lo no dia a dia e nos processos de negociação com clientes.

O 8º fórum de inovação foi realizado pelo Instituto Geoc entidade destinada ao fortalecimento da indústria de cobrança, através do compartilhamento das melhores práticas de gestão, da promoção de soluções inovadoras e da constituição e difusão de conhecimento, visando o desenvolvimento do mercado de crédito e cobrança e promovendo a educação e a inclusão social.

 

Deixe uma resposta