Intermediadores de Pagamentos se consolidam como importantes ferramentas para venda online


Os meios de pagamento foram uma importante invenção para revolucionar as compras pela internet. Desde que a primeira venda online foi realizada com cartão de crédito, em 1994, nos Estados Unidos, muita coisa mudou. Se no início do e-commerce a tecnologia de pagamentos online era acessível apenas a grandes varejistas, hoje pequenos empreendedores, inclusive pessoas físicas, já conseguem utilizar o serviço.

Com o passar do tempo, os intermediadores de pagamento passaram a ser utilizados não somente por e-commerces, mas por prestadores de serviços em geral. Diretor de Novos Negócios de um dos primeiros intermediadores do Brasil, a Gerencianet, Leôncio Nogueira lembra das dificuldades que os empreendedores sentiam. “A Gerencianet surgiu, em 2007, como uma empresa especializada em plataformas de e-commerces. No entanto, devido à dificuldade que os clientes tinham em receber os pagamentos das vendas online, mudamos nosso negócio para a intermediação de pagamentos”, explica.

Hoje, empresas como a Gerencianet oferecem não só ferramentas de integração com plataformas de e-commerce, mas atendem diversos outros segmentos. “A assinatura, por exemplo, é uma das funcionalidades mais utilizadas por nossos clientes. Com ela, todos os tipos de empreendedores podem fazer cobranças recorrentes, sejam mensalidades ou parcelamento, de forma automática”, diz Nogueira.

Segurança 

Assim como outros segmentos, os intermediadores de pagamentos enfrentaram o receio de alguns usuários. No entanto, com o crescimento do mercado, as desconfianças diminuíram. “O setor conseguiu comprovar sua seriedade. Conseguimos, recentemente, a autorização do Banco Central para funcionarmos como Instituição de Pagamento, o que traz ainda mais segurança para os clientes. Ficou claro que fazemos parte de um segmento que traz benefícios com credibilidade para o mercado”, afirma.

Facilidades 

Diferente dos gateways, o intermediador fica responsável por fazer a ponte com as instituições financeiras, se preocupar com a segurança dos dados dos clientes e garantir que os valores dos recebimentos sejam repassados ao vendedor do produto ou prestador do serviço. Dessa forma, o empreendedor não precisa realizar convênios separados com cada fornecedor, o que gera economia. “A Gerencianet possui hoje mais de 160 mil clientes e realiza mais de 60 milhões de cobranças anuais, entre pessoas físicas e jurídicas. Os números comprovam que o intermediador proporciona diversos benefícios para os clientes”, finaliza Nogueira.

Deixe uma resposta