Ações da Apple têm maior queda em 5 anos e empresa perde US$ 72,4 bilhões


Com queda de 9,96%, companhia perdeu US$ 72,4 bilhões em valor de mercado nesta quinta-feira (3), valor superior ao do Bradesco. Desaceleração da economia na China e guerra comercial estão entre os motivos da queda.

As ações da Apple caíram 9,96% nesta quinta-feira (3). É o maior recuo da empresa no mercado acionário desde janeiro de 2013, quando os papéis caíram 12,35%.

Segundo a provedora de informações financeiras Economática, a companhia perdeu US$ 72,4 bilhões com a queda, montante superior ao valor de mercado do banco Bradesco, que é US$ 68,6 bilhões.

O pessimismo foi motivado pela redução da perspectiva de faturamento para o último trimestre de 2018.

A Apple afirmou após o fechamento dos mercados no último dia 02 de janeiro que o último trimestre de 2018 terá vendas 7,6% abaixo do esperado inicialmente, para US$ 84 bilhões. O quarto trimestre do ano é o de maior faturamento para a empresa.

 

Em outubro de 2018, a Apple ainda era a companhia mais valiosa do mundo, quando atingiu um valor de mercado de US$ 1,12 trilhão no dia 3. De lá pra cá, a companhia perdeu mais de US$ 446,1 bilhões, segundo dados da Economatica — esse valor é o equivalente a 47,4 % de todas as empresas brasileiras com capital aberto na bolsa no fechamento desta quinta-feira.

A Apple deixou de ser a empresa com maior valor de mercado no dia 5 de dezembro, quando foi ultrapassada pela Microsoft. Depois, foi ultrapassada também pela Amazon. Com a queda desta quinta, perdeu a 3ª colocação no ranking das empresas mais valiosas, sendo superada pela Alphabet. Os dados são da Economatica.

 

Microsoft, Amazon e Google também tiveram queda nas ações, 3,68%, 2,52% e 2,77%, respectivamente, mas não perderam tanto quanto a Apple.

A queda da Apple impactou outras empresas e o mercado financeiro nos Estados Unidos. Por lá, o índice Dow Jones fechou em queda de 2,83% e a Nasdaq, bolsa em que estão as principais empresas de tecnologia, caiu 3,04%. O índice S&P 500 registrou recuo de 2,48%.

Deixe uma resposta